• Pilates Ponto Norte

Por que ter assoalho pélvico forte é tão importante

Também chamado de core ou power house, o núcleo é composto de um grupo de músculos que são responsáveis principalmente pela sustentação e estabilização da coluna lombar. Os principais músculos deste grupo são o diafragma, os músculos do assoalho, transverso do abdome e os multífidos.

Dentre os músculos do núcleo, o assoalho pélvico, parte mais inferior do tronco, tem grande relevância durante a recuperação da puérpera, pois ajuda a estabilizar a pélvis e apoia os órgãos da cavidade abdominal inferior, como a bexiga e o útero. Os músculos do assoalho pélvico, juntamente com os músculos profundos das costas e do abdome, formam o grupo de músculos que trabalhamos quando nos concentramos no desenvolvimento da força central, aquela proporcionada pelo Pilates.



O assoalho pélvico


Você pode pensar nos músculos do assoalho pélvico como uma teia de músculos, tendões e ligamentos inter-relacionados que formam uma rede de suporte na base da bacia pélvica. Um desses músculos, o pubococcígeo, também conhecido como músculo PC ou PCG, circunda as aberturas da uretra, da vagina e do ânus. Quando os músculos do assoalho pélvico estão fracos, a integridade dessas aberturas pode ser comprometida.


O grande problema é que ninguém presta atenção no assoalho pélvico até que algo dê errado. Porém, uma vez enfraquecido, o assoalho pélvico pode levar a problemas como incontinência, diminuição do prazer sexual e, em casos graves, queda dos órgãos dos músculos pélvicos, o chamado prolapso.


Assoalho pélvico e gravidez


Não é nenhum segredo que a gravidez pode causar algumas alterações importantes no corpo da mulher. Mas há algumas mudanças que as pessoas tendem a não discutir, como as mudanças significativas no assoalho pélvico. É bem possível que você nunca tenha pensado sobre a força do seu assoalho pélvico antes, mas se você está grávida então é um ótimo momento para começar a considerar isso.


Os exercícios para o assoalho pélvico são superimportantes durante a gravidez porque, quando os ossos pélvicos começam a se separar e se alargar em preparação para o parto, os músculos do assoalho pélvico ficam “esticados”. Por isso, é fundamental que essa área do nosso corpo seja forte para ajudar durante o trabalho de parto, mas também forte o suficiente para ajudar a carregar o peso do bebê e na recuperação após o nascimento do bebê.


Fortalecer esses músculos auxiliará na resistência do seu assoalho pélvico, ajudando ou impedindo problemas como fazer xixi quando tosse, espirra ou ri, por exemplo.


Atuação do Pilates


O Pilates é uma excelente atividade para fortalecer o assoalho pélvico, em especial para as gestantes. Durante os exercícios, os músculos do assoalho pélvico são usados em seu papel como suporte muscular natural para o movimento. É uma combinação firme e sustentada dos músculos, em que a pessoa puxa o assoalho pélvico para dentro e para cima em exercícios nos quais os músculos abdominais, assim como outros músculos, estão envolvidos.


Os exercícios de Pilates vão ensinar a ativar adequadamente os músculos do assoalho pélvico, que serão reforçados por meio da realização de uma série específica. São atividades que servirão também para atividades diárias. Além, é claro, de exercícios para fortalecimento do corpo todo.


13 visualizações

Nosso Blog

Neste espaço você vai ficar por dentro de novidades sobre o método Pilates, além de informações importantes e tirar dúvidas sobre
a prática de Pilates