• Pilates Ponto Norte

Dia Mundial da Osteoporose alerta para o perigo da doença entre homens



Os homens são o foco da campanha internacional “Ame seus ossos” (Love your bones), pelo Dia Mundial da Osteoporose, em 20 de outubro. A iniciativa é da Fundação Internacional de Osteoporose (International Osteoporosis Foundantion – IOF), que conta com o apoio global de diversas instituições, e tem como objetivo combater o subdiagnóstico (diagnóstico tardio) da osteoporose no sexo masculino. Este mês, a IOF divulgou dados que mostram que um terço de todas as fraturas de quadril no mundo ocorrem em homens, com taxa de mortalidade até 37% no primeiro ano após a fratura, o que significa duas vezes mais que a de mulheres. Para o ortopedista e chefe do Departamento de Medicina Interna do Instituto Nacional do Câncer, Salo Buksman, que atende muitos casos de homens em estágio avançado da doença, a campanha é muito relevante para garantir o tratamento antes da primeira fratura. “Os homens, a sociedade em geral e mesmo os médicos têm um conceito equivocado de que a osteoporose é uma doença feminina. Há muitos homens com osteoporose, sobretudo depois dos 70 anos”, comentou Buksman. E acrescentou: “Como o indivíduo não é ciente desse fato, não busca o diagnóstico e só fica sabendo que tem a doença depois da primeira fratura.” O ortopedista esclareceu que homens com mais de 70 anos devem fazer o exame de densitometria óssea, que detecta a osteoporose, pelo menos uma vez. Mesmo os homens mais jovens devem fazer o exame se tiverem determinados fatores de risco, como o uso de cortisona, determinados hormônios, remédios anticonvulsivantes. O tratamento consiste basicamente em ingestão de cálcio, vitamina D e outros remédios de combate à doença. De acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, João Bastos, o risco de osteoporose em homens é de 27%, enquanto o de câncer de próstata, doença mais alardeada em campanhas voltadas para os homens, é de 11%. Hábitos saudáveis Para lutar contra a estimativa de 1 milhão de brasileiros com fraturas osteoporóticas a cada ano, o Ministério da Saúde aposta nas ações de prevenção ainda na infância, já que é nesta fase que o indivíduo ganha estatura, fortifica seu esqueleto e adquire o máximo de massa óssea possível. “É preciso aumentar na dieta das crianças o consumo de leite e derivados, que possuem alto índice de cálcio e diminuir o de refrigerantes. Outras fontes potenciais de cálcio são os vegetais de cor verde escuro, os peixes e os alimentos oleaginosos, como castanhas e nozes”, orienta a coordenadora da Saúde do Idoso, do Ministério da Saúde, Luiza Machado. Outra recomendação do Ministério da Saúde é a prática de atividade física regular, pois, assim como os músculos, os ossos se tornam mais fortes com os exercícios. A exposição ao sol, de 15 a 20 minutos, em horário correto, também é um hábito importante para a prevenção da osteoporose, já que a luz do sol é fonte de vitamina D, que ajuda na fixação do cálcio nos ossos e diminui o risco de osteoporose na fase adulta.

Mais sobre o assunto? Leia também:

Pilates: mais do que postura

Ossos saudáveis com Pilates

Fontes: Agência Brasil/Ministério da Saúde

#campanhas #osteoporosepilates

3 visualizações

Nosso Blog

Neste espaço você vai ficar por dentro de novidades sobre o método Pilates, além de informações importantes e tirar dúvidas sobre
a prática de Pilates
Faça uma visita ao nosso studio

Avenida Dom Helder Câmara 5.644 - Sl. 1017

Cachambi, Rio de Janeiro-RJ

contato@pilatespontonorte.com.br

Tel.: 21 3046-3025

Para que você conheça melhor o nosso trabalho, na aula experimental fazemos um programa específico para cada aluno, numa série introdutória com 40 minutos de duração.

@2017. Todos os direitos reservados.

+55 21 97378-6398

ALONGAMENTO - TRATAMENTO DE DORES CRÔNICAS - FORTALECIMENTO MUSCULAR - MELHORA DA POSTURA E DA OSTEOPOROSE COM AUMENTO DA DENSIDADE ÓSSEA