• Pilates Ponto Norte

Pilates na terceira idade – Um jeito moderado e eficaz de manter a forma



É fato que para a população, em qualquer faixa etária, manter a forma é essencial. Mas alguns exercícios podem ser difíceis para os corpos de adultos mais velhos. Por essa razão, muitos têm se dedicado ao Pilates como uma maneira de ficar em forma e ao mesmo tempo reduzir o risco de lesões que outros tipos de exercícios podem causar.


Com foco na respiração controlada e na qualidade de movimento, e não apenas em repetições, muitos especialistas concordam que o Pilates é a atividade ideal para manter-se saudável na terceira idade. Em especial porque não gera impacto, não prejudicando as articulações. Aliás, o ponto forte do Pilates é a capacidade de poder ser adaptado para atender a cada pessoa, independentemente da idade ou condição física.


A maioria dos exercícios convencionais tende a construir músculos volumosos, com movimentos que podem levar a lesões, principalmente no corpo de um adulto com mais idade. O Pilates, por sua vez, centra-se na construção de um core forte (músculos abdominais profundos, juntamente com os músculos mais próximos à coluna vertebral), o que também melhora consideravelmente as posições posturais.


Aumento da estabilidade e equilíbrio


Para o benefício de quem já está na terceira idade, o Pilates ensina controle e estabilidade a partir de uma pequena amplitude de movimento, encaminhando-se para uma maior amplitude à medida que a pessoa ganha controle e confiança. Esse controle e estabilidade é crucial para os idosos, pois vai ajudar a melhorar a parte funcional, incluindo equilíbrio e postura.


Conforme as pessoas envelhecem, elas podem perder equilíbrio e coordenação. O Pilates aumenta a força e a flexibilidade, tanto no core quanto nas pernas, o que afeta positivamente o equilíbrio, ajudando a reduzir o risco de quedas.


Antídoto para muitas doenças

O método Pilates também auxilia em uma variedade de doenças relacionadas à idade. Quem tem artrite, por exemplo, vai se beneficiar porque os movimentos suaves diminuem a possibilidade de compressão das juntas, mantendo a gama de movimento em torno delas. Já exercícios simples para as pernas aumentam a densidade óssea, tanto na coluna como no quadril, o que é perfeito para quem sofre de osteoporose.


O Pilates também foi documentado como atividade adequada para retardar os efeitos de doenças como Parkinson e esclerose múltipla debilitante, visto que ajuda as pessoas a superar a rigidez e ganhar mais agilidade. Concomitantemente ao trabalho de fisioterapia, uma pessoa que sofreu um AVC – acidente vascular cerebral – pode também iniciar exercícios de equilíbrio com Pilates, de modo a deixar os movimentos do corpo mais simétricos e alcançar um resultado global permanente.


Quer saber mais sobre Pilates na terceira idade? Entre em contato com o Pilates Ponto Norte e tire suas dúvidas.



#terceiraidade #benefícios #pilates

11 visualizações
Faça uma visita ao nosso studio

Avenida Dom Helder Câmara 5.644 - Sl. 1017

Cachambi, Rio de Janeiro-RJ

contato@pilatespontonorte.com.br

Tel.: 21 3046-3025

Para que você conheça melhor o nosso trabalho, na aula experimental fazemos um programa específico para cada aluno, numa série introdutória com 40 minutos de duração.

@2017. Todos os direitos reservados.

+55 21 97378-6398

ALONGAMENTO - TRATAMENTO DE DORES CRÔNICAS - FORTALECIMENTO MUSCULAR - MELHORA DA POSTURA E DA OSTEOPOROSE COM AUMENTO DA DENSIDADE ÓSSEA