Respiração:
a essência do Pilates

Joseph Pilates desenvolveu seu método com base na respiração e com a finalidade de limpar o fluxo sanguíneo através da oxigenação.

A boa respiração ajuda a controlar melhor os movimentos não só na prática dos exercícios, mas também na vida diária.

A respiração no Método Pilates
Respiração no Pilates

Durante a execução dos exercícios, o método utiliza uma técnica de respiração específica que permite não apenas liberar o corpo de qualquer tensão desnecessária (em particular pescoço, ombros e região média da coluna) como também provoca a ativação dos abdominais transversos tanto na inspiração como na expiração.

Essa ativação dos músculos abdominais transversos contribui para manter estável a região pélvica durante a execução dos exercícios de Pilates. Como regra geral no Pilates, por meio da inspiração os pulmões se enchem de ar, preparando o movimento de cada exercício, sendo liberado em seguida através da expiração enquanto o movimento é executado.

 

O método Pilates utiliza a respiração com a finalidade de utilizar os músculos do tórax e da coluna para ampliar a caixa torácica lateralmente, permitindo que os pulmões se expandam, mas sem necessidade de expandir o abdome.

 

Ao expandir o abdome durante a respiração, os músculos abdominais se esticam e com isso deixam de sustentar a parte baixa da coluna, ficando esta desprotegida. Por isso o método enfatiza um tipo de respiração que evite a expansão abdominal.

3 de 4