Fibromialgia e Pilates

A fibromialgia é uma condição dolorosa generalizada e crônica, com presença de sensibilidade em alguns pontos pelo corpo.

Os exercícios de Pilates auxiliam na diminuição da dor e da disfunção que acompanha a fibromialgia.

Recomendado por especialistas
Fibromialgia e Pilates

O Pilates é uma forma de exercício recomendável a pessoas de diferentes idades, em grande parte por ser adaptável a vários níveis de aptidão. O método também oferece um treino suave, sem impacto e completo para o corpo, combinando alongamento e fortalecimento muscular por meio de movimentos controlados e precisos.

Todos esses fatores fazem do método Pilates uma atividade benéfica para pessoas com fibromialgia ou síndrome da fadiga crônica, que toleram um determinado nível de esforço. O Pilates tem sido altamente recomendado por muitos especialistas que investigam o problema, por médicos e também alguns órgãos, como a IASP - Associação Internacional para o Estudo da Dor e a National Fibromyalgia Association (Associação Nacional de Fibromialgia norte-americana).

 

Atualmente, o Pilates é usado em todo o mundo. Há uma estimativa de 11 milhões de pessoas praticantes de Pilates e mais de 14.000 instrutores treinados. E não é apenas para atletas que pegam pesado e aqueles que gostam de se exercitar. À medida que surgem resultados positivos de estudos, como diminuição da dor, melhor preparo físico e aumento no desempenho das atividades diárias e qualidade de vida, mais indicado se torna também para pessoas com fibromialgia.

1 de 3